Por que as empresas precisam investir em tecnologia?

Na realidade, a resposta para a pergunta feita no título é bem simples: porque tempo é dinheiro e o uso de tecnologia dentro das empresas significa agilidade, significa um ganho de tempo. Ainda mais quando o cenário atual é de crise, esse artigo vem para provar que em se tratando de tecnologia, reduzir custos também pode significar fazer investimentos.

Mas como utilizar a tecnologia para otimizar processos?

Cada vez mais, novas tecnologias acabam surgindo no mercado com a finalidade de facilitar a vida das pessoas. Listamos 3 práticas simples, mas fundamentais para que a redução de custos dentro das empresas seja efetivada. Confira:

 

  • Automação

O recurso mais caro dentro de uma empresa é a mão de obra. Portanto, é um grande desperdício utilizá-la em áreas que não requerem habilidades essencialmente humanas como a criatividade, por exemplo. Essas atividades podem ser otimizadas com a automação de processos. Assim, as habilidades humanas podem ser melhor aproveitadas em outras áreas e é possível ganhar tempo e reduzir horas extras. Otimizar processos considerados mecânicos para melhorar fluxos de trabalho que acabam por proporcionar reduções de custos e maximização de resultados é o maior benefício que a tecnologia pode nos proporcionar. Então aproveite-o!

Mas assim, a tecnologia não acabará com o emprego de muita gente?

A verdade é que todos os empregos correm esse risco, e por isso, mais do que nunca, as habilidades humanas como pensamento crítico, habilidades criativas, liderança e inteligência emocional serão mais valorizadas. Além disso, quanto mais especializado for um trabalho, menores são as chances de perdê-lo para robôs. A tecnologia não deve ser vista como a vilã dentro das empresas, mas sim, a heroína que poderá otimizar processos para que as habilidades humanas possam ser melhor aproveitadas.

Por isso, a capacitação dos profissionais não só garantirá a segurança do emprego deles, mas também significará uma grande vantagem competitiva para as próprias empresas.

 

  • Internet das Coisas

Já pensou poder prever qual será o produto mais buscado pelos consumidores antes do estoque acabar? Com a internet das coisas, isso é possível. De forma simplificada, esse conceito quer dizer que tudo está conectado, ou seja, há internet em todas as coisas. Na prática, isso pode significar um monitoramento detalhado de todos os processos, além de previsibilidade quanto ao desgaste de ferramentas e de possíveis acidentes, antes mesmo do que aconteçam.

Ter a tecnologia em todos os processos significa melhorá-los. Com a Internet das Coisas (ou Internet of Things), fica muito mais fácil integrar sistemas, tornando os processos ainda mais ágeis e ampliando sua capacidade de análise.

 

  • Aplicações em Nuvem

O fornecimento de serviços de computação para nuvens pode ter diversos benefícios dentro das empresas, mas um deles deve ser destacado: a flexibilidade. Com a nuvem, as equipes não precisam ficar presas a um escritório, por exemplo. Ainda mais nos dias de hoje, com a expansão dos dispositivos mobile, nunca ficou tão fácil trabalhar de onde quer que as pessoas estejam. Além disso, a nuvem facilita o trabalho simultâneo dos colaboradores e garante segurança (tema muito importante na atualidade). E o melhor: a consequente redução de custos, já que gastos com equipamentos de alto desempenho, infraestrutura de servidores e grandes equipes de TI são poupadas graças as facilidades da Cloud.

 

Viu só? Gastos com tecnologia podem significar o melhor investimento para o seu negócio. As otimizações citadas não só podem fazer diferença nos processos, mas ajudam principalmente o consumidor final, que pode contar com uma entrega segura e confiável. O resultado? Sua satisfação, que mais do que voltar sempre a procurar os produtos ou serviços da sua empresa, poderá trazer mais gente para fazer o mesmo.

 

 

 

Posted in CINQ in the Media and tagged , , , , , .